FAM - Faculdade Manancial

 



ONLINE
3




Partilhe esta Página




O TEMPLO JUDAICO
O TEMPLO JUDAICO

INTRODUÇÃO

Esses templos referem-se ao espaço físico, o prédio, onde os israelitas cultuavam a Deus. Neste estudo apresentaremos a sua localidade, as suas três divisões, e suas sete fases.

1 LOCALIDADE DO TEMPLO

A localidade do templo era exatamente no lugar onde Abraão foi sacrificar a Isaque, no monte Moriá, mas que foi inibido por Deus (Gê 22: 1 – 24). Mas os árabes assegura que Abarão iria sacrificar Ismael. Lugar que mais tarde fora comprado por Davi (2º Sm 24: 15 – 25; 2º Cr 3: 1).

2 AS TRÊS DIVISÕES DO TEMPLO

O Templo Judaico era dividido em três partes, a saber: Átrio, Lugar Santo e Santo dos santos.

2.1. ÁTRIO

A primeira parte do Templo era o Átrio, ou Pátio (Êx 37: 9 – 31); que era parte exterior, e era iluminado pela a luz solar. Onde todos os israelitas tinham acesso. O átrio ainda sofria três divisões, que são: a área dos homens israelitas, o repartimento das mulheres hebreias e o espaço dos gentios.

2.2. LUGAR SANTO

A segunda parte do Templo era o Lugar Santo, aonde somente os sacerdotes tinham acesso. Eles se adentravam no Lugar Santo aos sábados. Este lugar era iluminado pelo candelabro, uma candeia de sete chamas.

2.3. SANTUÁRIO

E no último lugar do Templo, o Santuário, ou, Lugar Santíssimo, ou, Santo dos santos, tão somente os sumos sacerdotes tinham acesso, era uma vez ao ano. Esse lugar é iluminado pela Glória de Deus (Hb 10: 19).

Espiritualmente, somos comparados com esse templo, vejam “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1ª Co 3:16). O átrio representa o nosso corpo; O lugar santo tipifica a nossa alma; e o Santo dos santos é um tipo do nosso espírito.

3. AS SETE FASES DO TEMPLO

O Templo Judaico é dividido em sete fazes, a saber: Tabernáculo, Templo de Salomão, Templo de Zorombabel Templo de Herodes, Templo Muçulmano, Templo do Anticristo e Templo de Cristo.

3.1. TABERNÁCULO

 O Tabernáculo não era um templo propriamente dito, era um templo portátil, uma tenda. Mas, todavia, ele funcionava normalmente com um templo. Que foi construído no deserto por Moisés e permaneceu até os dias do rei Davi, o qual quis erigir um templo ao Senhor, mas, Deus deixou que Salomão, o seu filho, construísse o templo. (2º Sm 7: 1-13).

3.2. TEMPLO DE SALOMÃO

O primeiro templo, propriamente dito, edificado em Israel, trata-se do Templo de Salomão, construído por volta do ano 1000 a.C. (1º Re 6). Era um belo e majestoso templo. Onde somente o ouro ofertado por uma pessoa, Davi, é equivalente ao tesouro atual do país mais rico de toda Europa, a saber, Alemanha. Ainda tinha a oferta do “rei Salomão” dos 12 príncipes das tribos de Israel, e as ofertas de milhões de israelitas. Foram 153.300 trabalhadores (1º Re 5:14-17). O Templo de Salomão foi destruído e saqueado por Nabucodonosor, em cerca do ano 587 a.C. (2º Re 25: 8 – 16).

3.3. TEMPLO DE ZOROMBABEL

 O segundo lugar de adoração em Israel, foi o Templo de Zorombabel. Que foi construído por volta do ano 520 a. C., no mesmo local do Templo de Salomão, no comando de Zorombabel. Segundo profetizou Isaías “Deus levantará Ciro, rei da Pérsia como libertador de Israel do poderio de Babilônia” (Is 45:1). O Senhor estimulou também o seu povo, sob o comando de Zorombabel, da tribo de Judá, a regressar a Jerusalém. Com certeza esse templo não era tão glorioso como o Templo de Salomão, mas o povo muito se alegrou por ele (Ed 1:1-5).

3.4. TEMPLO DE HERODES

 O Templo de Herodes é o terceiro lugar de adoração em Israel. O mesmo fala de uma reforma que foi praticamente uma nova construção, efetuada por Herodes em 19 a.C. Era o lugar de adoração dos tempos de Jesus, ele era ainda maior do que o Templo de Salomão (Mt 24: 1). Nele tinha uma porta chamada formosa (At 3:2), isto quer dizer que ele também era belo e majestoso. Esse templo foi destruído no ano 70 D.C., por Tito, general romano (Mt 24: 2).

3.5. TEMPLO MUÇULMANO

 Com a dispersão judaica, no ano 70 AD, a região de Israel foi habitada pelos árabes. E possivelmente no ano 570 foi fundado o Islamismo, por Maomé na Arábia. Assim, a Terra Santa, especialmente o local do templo foi considerado um dos sítios mais sagrados do Islã. E posteriormente foi erigido, na localidade dos escombros do templo judaico, a Mesquita de Omar. Também chamada de Cúpula da Rocha, ou, Domo da Rocha. Construído em seis anos (685-691). Esse templo é parte complementar do centro histórico de Jerusalém, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1981.

E depois de 1878 anos, em 1948, os judeus conquistam Israel, a sua Pátria, e só conseguem conquistar uma parte de Jerusalém, onde há parte do muro do Antigo Templo. Chamado de “Muro das Lamentações” onde os judeus adoram a Deus e oram.

O principal motivo da guerra entre o Judaísmo e Islamismo, ou israelitas e muçulmanos, é o local do templo, que pertence a Israel por direito, mas, que os árabes tomaram conta do lugar há mais de 1878 anos.

No final do ano 2017, Donald Trump, presidente dos Estados Unidos da América, declarou Jerusalém como Capital de Israel. Fator que causou grande movimentação no mundo. A ONU - Organização das Nações Unidas, não reconheceu essa declaração. Com isso o planeta vive em grande expectativa. Confirmado, porém essa declaração, o passo seguinte seria a construção do próximo templo.

3.6. TEMPLO DO ANTICRISTO

 A nação de Israel que tinha sido dispersa da sua pátria no ano 70 d.C., retornou a Palestina somente em 1948, três anos após a 2ª Guerra Mundial. Hoje os israelitas são impedidos de cultuar o seu Deus, conforme a Lei Mosaica. Visto que o único local instituído pela Lei Divina, estar ocupado com a Mesquita de Omar, a Cúpula da Rocha, ou, Domo da Rocha, o templo muçulmano.

 Mas, na Grande Tribulação, aparecerá o anticristo que fará uma aliança com Israel, o qual construirá, ou, simplesmente lhe devolverá o templo. Certo é, os israelitas voltarão a cultuar em um templo, como cultuavam até o ano 70 AD. Só é que em três anos e meio o anticristo  se assentará no lugar santíssimo, declara ser Deus e reivindica a adoração de Israel (Dn 9: 27; Mt 24: 15). Assim, iniciarão no mundo as pragas do Apocalipse.

3.7. TEMPLO DE CRISTO

 No fim da Grande Tribulação, no início do Milênio, Cristo destruirá tanto o anticristo assentado no santuário do templo, com o Assopro de sua Boca (2ª Ts 2:8), como demolirá totalmente o tal templo. Assim, o Rei dos reis e Senhor dos senhores construirá o mais Perfeito e Majestoso Templo da história. O Santuário do Milênio.

São inexplicáveis os Mistérios que farão parte deste Templo. Leiamos Ezequiel (47:1,2, 6-9): Depois disto me fez voltar à porta da casa, e eis que saíam águas por debaixo do umbral da casa para o oriente; porque a face da casa dava para o oriente, e as águas desciam de debaixo, desde o lado direito da casa, ao sul do altar. E ele me fez sair pelo caminho da porta do norte, e me fez dar uma volta pelo caminho de fora, até à porta exterior, pelo caminho que dá para o oriente e eis que corriam as águas do lado direito. [...] E disse-me: Viste isto, filho do homem? Então levou-me, e me fez voltar para a margem do rio. E, tendo eu voltado, eis que à margem do rio havia uma grande abundância de árvores, de um e de outro lado. Então disse-me: Estas águas saem para a região oriental, e descem ao deserto, e entram no mar; e, sendo levadas ao mar, as águas tornar-se-ão saudáveis. E será que toda a criatura vivente que passar por onde quer que entrarem estes rios viverá; e haverá muitíssimo peixe, porque lá chegarão estas águas, e serão saudáveis, e viverá tudo por onde quer que entrar este rio.

Vamos ver mais Zacarias (14:8-11): Naquele dia também acontecerá que sairão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas para o mar ocidental; no verão e no inverno sucederá isto. E o Senhor será rei sobre toda a terra; naquele dia um será o Senhor, e um será o seu nome. Toda a terra em redor se tornará em planície, desde Geba até Rimom, ao sul de Jerusalém, e ela será exaltada, e habitada no seu lugar, desde a porta de Benjamim até ao lugar da primeira porta, até à porta da esquina, e desde a torre de Hananeel até aos lagares do rei. E habitarão nela, e não haverá mais destruição, porque Jerusalém habitará segura.

RESUMINDO

Neste estudo você aprendeu: a localidade do Templo Judaico, as suas três divisões, e suas sete fases. Acompanhá-lo, com entendimento é olhar para o Relógio de Deus. Trata-se de assuntos escatológicos.

 

 

Para citar esta página copie e cole a referência abaixo:

OLIVEIRA, João Domingos Soares de, O TEMPLO JUDAICO, postado 31 de março de 2013, atualizado em 14 de fevereiro de 2018, disponível em: < http://esnoam.no.comunidades.net/index.php?pagina=1313382011>  Acessado em:

topo